Eduardo Luís Patriarca: Meditação em fractais e espectros

26 Novembro – Sábado

21h30

Auditório

Eduardo Luís Patriarca: Meditação em fractais e espectros

Apresentação do compositor Eduardo Luís Patriarca

Convidados: 

Manuela Paraíso – Jornalista/Divulgadora de música erudita portuguesa/Autora do programa “Na Outra Margem”

Bruno Pereira – cantor, produtor (associado ao Engenho das Ideias) e professor

Zazen, para percussão e electrónica [estreia] – Nuno Aroso (interpretação)

Ixchel, para guitarra – Augusto Pacheco (interpretação)


Eduardo Luís Patriarca

http://www.eduardoluispatriarca.com/

http://www.mic.pt/

Começou os seus estudos musicais em 1974, no Colégio de Nossa Senhora da Esperança, em piano.

Em 1985 ingressa no Curso de Música Silva Monteiro, onde conclui o Curso Complementar de Piano com Sofia Matos. Estuda ainda com Joaquim Marques da Silva, História da Música e com Fernando C. Lapa, Análise e Técnicas de Composição.

Em 1990 é admitido no Curso Superior de Composição na Escola Superior de Música do Porto, estudando com Cândido Lima, Filipe Pires, Amílcar Vasques Dias e António Pinho Vargas. Nas restantes áreas teve como professores Álvaro Salazar, Günther Arglebe, Miguel Ribeiro Pereira e José Luís Borges Coelho. Mais tarde, na Escola Superior de Música de Lisboa estuda com António Pinho Vargas e Christopher Bochmann.

Durante estes anos foi aluno de Jorge Peixinho (como aluno particular e frequentando os Curso de Aperfeiçoamento de Vila do Conde e o Curso de Formação para professores do GETAP), frequentou seminários de Emmanuel Nunes na Fundação Calouste Gulbenkian, e seminários de Wilfred Jenstchz, Gherard Staebler, António Sousa Dias, Leo Brouwer e Philippe Hurel.

Como professor leccionou em Pedrosos, Espinho, Maia, Mirandela e Póvoa do Varzim. Desde 1991 lecciona na Academia de Música de S. Pio X de Vila do Conde.

As suas obras têm sido tocadas com regularidade em vários locais de Portugal, bem como no estrangeiro. Algumas das suas obras encontram-se gravadas por músicos como Duo Porquoi Pas, Nuno Aroso, Síntese, etc.

Tem participado como convidado e com obras encomendadas no Festival Síntese da Guarda, onde estreou em 2009 “Fractal Points” para piano e ensemble, pelo grupo Síntese e tendo como solista o pianist Fausto Neves.

É desde 2004 júri do Concurso “Marília Rocha”, classe de piano.

Em 2006, participa como conferencista do Encontro “Matemática e Música” co-organizado pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto e Casa da Música. Aí apresenta uma conferência sobre fractais e música espectral.

Entretanto ingressa no mestrado em composição na Universidade de Aveiro, sob orientação de Isabel Soveral, sobre a temática fractais e música espectral na obra de Kaija Saariaho.

Em 2011 estreou a sua obra “Ixchel”, pela guitarrista Margarita Escarpa e “Ensō” para orquestra, encomenda do Festival Harmos. No mesmo ano escreve “Processione” para quarteto de cordas, encomenda do Quarteto de Cordas de Matosinhos.

Anúncios

Curso Livre Jazz: audições comentadas por José Duarte

«José Duarte leva ao Clube Literário do Porto (CLP), na Alfândega, um curso livre de jazz, à semelhança do seu programa 5 Minutos de Jazz, na Antena 1.»

Spot promocional RTP: curso livre de Jazz com José Duarte

Público  Público em geral (não é necessária formação musical)

Datas   De 21 Outubro de 2011 a Março de 2012

Horário   Todas as sextas-feiras, das 18h30 às 20h

Local   Clube Literário do Porto

O curso livre Jazz: audição comentada com José Duarte no CLP consiste numa formação semanal, em que será abordado o Jazz à semelhança do programa de José Duarte na Antena 1. Destinado ao público em geral (não é necessário possuir qualquer habilitação musical), o curso, com a duração de seis meses, também contará com a participação de músicos de jazz convidados, que actuarão ao vivo em determinadas sessões.
As 24 sessões, de 1h30 cada, incluem a audição de CD e visionamento de DVD, com alguns exemplos deste género musical, de acordo com o plano proposto pelo formador, José Duarte, que fará comentários explicativos, tanto dos subgéneros, como dos intérpretes, ou até dos instrumentos e com referência às suas experiências e histórias pessoais.
Semanalmente, via e-mail ou disponibilizadas no blogue oficial das sessões  e na livraria do CLP, os participantes do curso receberão os sumários com nomes de composições, de instrumentistas e outras informações igualmente importantes para as sessões.
No final do curso, será atribuído um certificado de frequência do Jazz: audição comentada, assinado pela direcção do CLP e por José Duarte, que prova que o respectivo assistente frequentou o curso.

 http://jazzcomjoseduarte.wordpress.com/

Inscrições no Clube Literário do Porto
Contactos    clubeliterario@fla.pt    ou    22 208 92 28
Mensalidade   50€ preço normal, 40€ preço com desconto (estudantes, aposentados e alunos de Música do CLP)
Ficha de inscrição    descarregar anexo

FMEB – Filipe Monteiro Electric Band

:: Dia 12 | Sábado

Jazz no Clube

Piano-bar – 23h 

FMEB – Filipe Monteiro Electric Band

  • 218 (Filipe Monteiro)
  • After the rain (J. Coltrane)
  • Sombras Etéreas (Filipe Monteiro)
  • Sub-Conscious-Lee (L. Konitz)
  • Skyway (Filipe Monteiro)
  • The Sorcerer (Herbie Hancock)
  • Nefertiti (Wayne Shorter)
  • Prime Directive (Dave Holland)

Drums: Filipe Monteiro

Guitar: Richard Okkerse

Piano: Ricardo Pinto

Bass: Sérgio Tavares

Filipe Monteiro

Filipe Monteiro, iniciou a sua formação musical aos seis anos de idade, sob orientação familiar.

Posteriormente, prosseguiu os estudos na Escola de Jazz do Porto, onde concluiu o curso de Bateria e Formação Musical. Completou o curso de Percussão, na Escola Profissional de Música de Espinho, leccionado pelos conceituados professores Joaquim Alves, Rui Sul Gomes, Nuno Aroso e Pedro Oliveira. Participou, activamente nos workshops orientados por Michael Lauren, Bruno Pedroso, Jeffery Davis, Nicholas Arnicho Perazza, Virgil Donati, TM Stevens, Carlos Barretto, Emmanuel Sé Journé, Nicolas Martyciow, Dan Weiss, Greg Ritchie, Jacob Sacks, Lars Dietrich, Matt Pavolka, entre muitos outros.

Actuou no Festival de Jazz de Sesimbra, (AQUI HÁ JAZZ!), no Festival itinerante de Jazz, (Portugal Jazz), no Festival de Jazz de Vigo (IMAXINA SONS), no Festival de Tui – Praza San Fernando (Jazz na Fronteira) e no Festival Porto Blue Jazz. É baterista das formações “Filipe Monteiro Electric Band” – FMEB, “Richard Okkerse Quartet”, “Isabel Ventura Quinteto”, “Sara Miguel Quarteto”, “Manuel Linhares Quarteto”, “Colectivo SV” entre outros diversos projectos.

Concluiu a licenciatura em Bateria, na Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo “ESMAE”, sob a orientação do conceituado professor Michael Lauren.

Actualmente é docente do curso de Percussão na Academia de Música de Costa Cabral, e do curso oficial de Bateria, no Conservatório de Música de Famalicão “ARTEDUCA”.

filipemonteiro@jazzman.org

www.myspace.com/filipemonteirozzajdrummer

Richard Okkerse

Born in Middelburg, The Netherlands October 1980, Richard started playing the guitar at the age of 10 under the influence of Eric Clapton, Jimi Hendrix and Carlos Santana. By the time he reached 13 he got more and more interested in jazz & fusion, during this period performing and recording in various formations as a leader and sideman throughout Europe; Confusion, Not James Dean, Misty Jazz Band, Richard Okkerse/Rik Mol Quintet, Hugo Dirkson Quartet etc.

At the age of 17 he was accepted at the Amsterdam University of Music where he studied jazz guitar with Jesse van Ruller, Maarten van der Grinten, Martijn van Iterson, Ed Verhoeff and participated in various master classes and workshops with Peter Bernstein, Bireli Lagrene, Kurt Rosenwinkel, Russell Malone, John Scofield, Philip Catherine, Scott Henderson and many others.

In 2001 he graduated cum laude with a degree in jazz performance (jazz guitar/composition). Now Richard’s working with his new 4tet feat. Hugo Gama (sax), Pedro Silva (bass) and Filipe Monteiro (drums) they should record there debut cd in the near future.

Besides performing he also works as a educator teaching jazz guitar, ensemble and theory classes at various schools such as Jazz ao Norte, Escola de Jazz do Porto, Jazz ao Minho, Flauta de Hamelin and the Conservatory of Famalicao.

www.myspace.com/richardokkersetrio

Sérgio Tavares 

Iniciou a sua prática musical como autodidata. Ingressou na Fundação Conservatório Regional de Gaia. Licenciou-se em Educação Musical no Instituto Piaget.

Iniciou o estudo de contrabaixo com o professor Slawomir Marzec na Fundação Conservatório Regional de Gaia. Frequentou e participou em workshops e masterclasses com alguns dos mais importantes músicos de Jazz nacionais e internacionais, tais como: Carlos Bica, Carlos Barretto, Martin Wind, Orrin Evans, Darryl Hall, Hein van de Geyn (INTERNATIONAL CAPBRETON DOUBLE BASS FESTIVAL), Omer Avital, Bojan Z, Remi Vignolo, Ron Carter, Eddie Gomez, etc.

Participou como músico e compositor no Combo vencedor no Festival de Jazz do S. Luiz (Lisboa). Vencedor do concurso de projectos artísticos – Serralves em Festa!  integrando o Colectivo Liken com o trabalho – Poema Visual em Forma de Concerto a Partir do Conto “O Fascínio do Pequeno Lago” de Virginia Woolf.

Concluiu Licenciatura em Jazz/Variante de Contrabaixo da ESMAE. Tem participado em diversas formações de Jazz, música improvisada (ARS Trio; DUPLO.DUO; COLECTIVO LIKEN; Paulo Gomes Quinteto, etc) e sonorizado curtas metragens.

www.myspace.com/sergioseravat

Ricardo Pinto

Estuda Jazz na Escola Superior de Música e das Artes do Espectáculo.

Estudou com Alexandrina Pinto, Adam Birnbaum, Adam Cruz, Ben Street, Carlos Azevedo, Carlos Barretto, Dan Weiss, Daniel Moreira, Danilo Perez, Diogo Vida, Elísa Moutinho, Fernando Lima, Filipe Lopes, Filipe Pinto, Greg Osby, Greg Ritchie, Jacob Sacks, Jan Wierzba, Joana Castro, João Dias, João Salcedo, John Davis, John Escreet, Jorge Rossy, Joseph Lepore, Lars Dietrich, Luís Dias, Manuel Marques, Maria João Castro, Mário Azevedo, Mário Santos, Matt Pavolka, Michael Lauren, Nir Felder, Nuno Ferreira, Octávio Inácio, Ohad Talmor, Óscar Graça, Paulo Perfeito, Pedro Guedes, Rogério Boccato, Rudresh Mahanthappa, Samir Zarif, Samuel Quinto, Sara Serpa, Serghei Covalenco, Sérgio Silzva, Vanessa Meireles, Vani Campos, Zack Lober, entre outros.

 www.myspace.com/mighselph

IV Semana do Homenageado “Tempo de Homenagem a António Portugal e António Pinho Brojo”

Clube Literário do Porto | 2 a 14 de Novembro

Sábado, 12 de Novembro de 2011 (Cultura / Obra)

10h00: II Sessão “Guitarra Portuguesa para crianças”

Sessão de experimentação de guitarra portuguesa enlaçada com “estórias” de crianças crescidas.

(Sessão aberta ao público. Entrada livre)

18h00

Lançamento do livro “O Canto e a Música de Coimbra Fotobiografia de Augusto Camacho Vieira”

Apresentação e tertúlia com a presença do autor  – Eng.º Manuel

Fernando Marques Inácio – e a participação do Dr. Augusto Camacho

Vieira e do Grupo de Fados do ISEP.

Momento musical.

(Sessão aberta ao público. Entrada livre)

Domingo, 13 de Novembro de 2011 (Sociedade / Mobilidade Sem Limites)

17h00: “Silêncio Fado Silêncio”

IV Sessão de Fado para surdos. Tertúlia técnica com a presença de

especialistas convidados.

(Sessão aberta ao público. Entrada livre)

Segunda, 14 de Novembro de 2011 (Despedida)

Encerramento da “IV Semana do Homenageado”

Jazz no Clube: Sara Miguel Quarteto

4 de Novembro – 6ª Feira

Piano -Bar

23h – Jazz no Clube

Sara Miguel Quarteto

A voz suave e intimista de Sara Miguel junta-se a um trio de excelentes novos valores do panorama do jazz nacional para apresentar alguns originais e revisitar standards de jazz, conferindo-lhes uma roupagem própria e original pela adição de influências de outros ritmos e sonoridades do mundo. Com Filipe Monteiro na bateria, Ricardo Pinto no piano e Sérgio Tavares no contrabaixo.

Fado no Clube: Carlos Semedo Trio

5 Novembro 2011

22h – Piano bar

Carlos Semedo Trio

Fado de Coimbra

Voz – Tomé Azevedo

Guitarra Portuguesa – Carlos Semedo

Viola – Davi de Paula Issufoali

Carlos Semedo

Carlos Pedro Martins Semedo, nascido a 29 Janeiro de 1978, concluiu os estudos secundários na Escola Secundária Eça de Queirós em 1996 e ingressa nesse ano na Faculdade de Ciências da UP, no curso de Matemática, disciplina que estuda até obter, em 2005, o título de “MPhil in Mathematical Sciences” pela universidade de Manchester. Trabalhou como professor em várias cidades até Julho de 2011.

Começa por estudar Guitarra Clássica no final do secundário e, mais tarde, Guitarra Portuguesa com Pedro Pinto, num curto período antes da partida para Manchester. Ao regressar de Inglaterra matricula-se no Conservatório de Música do Porto, onde começa um estudo mais dedicado de música que culminam com o 1º prémio no concurso interno de cordas dedilhadas em 2009/2010, feito inétido na classe de Guitarra Portuguesa. No Conservatório teve como professores Nuno Dias, e agora novamente na tutela Pedro Pinto.

Tomé Azevedo, Canto

Natural de S. João da Madeira, é licenciado em Biologia pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto. Iniciou os seus estudos musicais aos 6 anos com o violino, e passou pelo acordeão e pelo clarinete. Retomou o percurso musical em 2008 quando foi admitido no Curso Complementar de Canto no Conservatório de Música do Porto. Actualmente frequenta o seu último ano neste curso.

Colaborou no Coro Sinfónico da Casa da Música no “Requiem de Brahms”, integrou produções de ópera, como “Nabucco”, “Sansão e Dalila” e “D. Giovanni” como figurante e/ou coro.

Frequentou masterclasses de canto com Patricia MacMahon, Susan Waters e António Salgado (2011).

Davi de Paula Issufoali, Viola  

Davi de Paula Issufoali, de 27 anos, estudou no Conservatório de Música do Porto, tendo prosseguido os estudos na Escola Superior de Música e artes do Espetáculo, no curso de Guitarra Clássica.

Ao mesmo tempo trabalha na escola Orff em Matosinhos e na Academia do Colégio Adventista em Gaia. Já tocou no Palácio de Cristal e na Feira do Livro do Porto. Toca repertório desde o Erudito à Bossa Nova e Jazz.

Concerto: Piano e Contrabaixo

23 de Outubro – Domingo

18h00

Recital

Isolda Crespi, piano

Joel Azevedo, contrabaixo

Programa:

R. Glière

Prélude

Scherzo

Intermezzo

Tarantella

Bottesini

Carnaval de Veneza – Introdução e variações

———Intervalo———-

Adolf Misek  –  Sonata Mi menor

Con fuoco

Andante cantabile

Furiant

Finale

Audição da Escola Orquestra Andante

Sábado, dia 10    /     Auditório, 16h30 – 17h30

A Orquestra Andante é uma orquestra de guitarras clássicas composta por alunos que utilizam método clássico mas com reportório variado, desde o pop-rock a bossa nova. É um projecto sem fins lucrativos onde o objectivo principal é aproximar o público geral do referido instrumento.
Pretendemos dar aos jovens um pouco de música e formação musical, e aplicar tudo isto em algo prático.
Esta primeira audição pública consiste numa demonstração de cada aluno duma música a solo, e alguns duos e trios praticados ao longo destes últimos meses.