Apresentação de uma conserva de atum dietético

24 de Março de 2012  – Sábado

17h – Auditório

Esta conserva foi devidamente testada e aprovada pelo saudoso Dr. Emílio Peres, considerado o pai dos nutricionistas portugueses além do reconhecimento internacional que teve em vida como especialista em nutrição.

Temos de facto uma carta que o Dr. Emílio Peres nos escreveu nos anos 80, elogiando as nossas conservas dietéticas, após termos consultado a família do Dr. Emílio Peres, fomos autorizados a torna-la pública, desta forma as embalagens levam impressas a carta.

Eduardo Luís Patriarca: Meditação em fractais e espectros

26 Novembro – Sábado

21h30

Auditório

Eduardo Luís Patriarca: Meditação em fractais e espectros

Apresentação do compositor Eduardo Luís Patriarca

Convidados: 

Manuela Paraíso – Jornalista/Divulgadora de música erudita portuguesa/Autora do programa “Na Outra Margem”

Bruno Pereira – cantor, produtor (associado ao Engenho das Ideias) e professor

Zazen, para percussão e electrónica [estreia] – Nuno Aroso (interpretação)

Ixchel, para guitarra – Augusto Pacheco (interpretação)


Eduardo Luís Patriarca

http://www.eduardoluispatriarca.com/

http://www.mic.pt/

Começou os seus estudos musicais em 1974, no Colégio de Nossa Senhora da Esperança, em piano.

Em 1985 ingressa no Curso de Música Silva Monteiro, onde conclui o Curso Complementar de Piano com Sofia Matos. Estuda ainda com Joaquim Marques da Silva, História da Música e com Fernando C. Lapa, Análise e Técnicas de Composição.

Em 1990 é admitido no Curso Superior de Composição na Escola Superior de Música do Porto, estudando com Cândido Lima, Filipe Pires, Amílcar Vasques Dias e António Pinho Vargas. Nas restantes áreas teve como professores Álvaro Salazar, Günther Arglebe, Miguel Ribeiro Pereira e José Luís Borges Coelho. Mais tarde, na Escola Superior de Música de Lisboa estuda com António Pinho Vargas e Christopher Bochmann.

Durante estes anos foi aluno de Jorge Peixinho (como aluno particular e frequentando os Curso de Aperfeiçoamento de Vila do Conde e o Curso de Formação para professores do GETAP), frequentou seminários de Emmanuel Nunes na Fundação Calouste Gulbenkian, e seminários de Wilfred Jenstchz, Gherard Staebler, António Sousa Dias, Leo Brouwer e Philippe Hurel.

Como professor leccionou em Pedrosos, Espinho, Maia, Mirandela e Póvoa do Varzim. Desde 1991 lecciona na Academia de Música de S. Pio X de Vila do Conde.

As suas obras têm sido tocadas com regularidade em vários locais de Portugal, bem como no estrangeiro. Algumas das suas obras encontram-se gravadas por músicos como Duo Porquoi Pas, Nuno Aroso, Síntese, etc.

Tem participado como convidado e com obras encomendadas no Festival Síntese da Guarda, onde estreou em 2009 “Fractal Points” para piano e ensemble, pelo grupo Síntese e tendo como solista o pianist Fausto Neves.

É desde 2004 júri do Concurso “Marília Rocha”, classe de piano.

Em 2006, participa como conferencista do Encontro “Matemática e Música” co-organizado pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto e Casa da Música. Aí apresenta uma conferência sobre fractais e música espectral.

Entretanto ingressa no mestrado em composição na Universidade de Aveiro, sob orientação de Isabel Soveral, sobre a temática fractais e música espectral na obra de Kaija Saariaho.

Em 2011 estreou a sua obra “Ixchel”, pela guitarrista Margarita Escarpa e “Ensō” para orquestra, encomenda do Festival Harmos. No mesmo ano escreve “Processione” para quarteto de cordas, encomenda do Quarteto de Cordas de Matosinhos.

IV Semana do Homenageado “Tempo de Homenagem a António Portugal e António Pinho Brojo”

Clube Literário do Porto | 2 a 14 de Novembro

Sábado, 12 de Novembro de 2011 (Cultura / Obra)

10h00: II Sessão “Guitarra Portuguesa para crianças”

Sessão de experimentação de guitarra portuguesa enlaçada com “estórias” de crianças crescidas.

(Sessão aberta ao público. Entrada livre)

18h00

Lançamento do livro “O Canto e a Música de Coimbra Fotobiografia de Augusto Camacho Vieira”

Apresentação e tertúlia com a presença do autor  – Eng.º Manuel

Fernando Marques Inácio – e a participação do Dr. Augusto Camacho

Vieira e do Grupo de Fados do ISEP.

Momento musical.

(Sessão aberta ao público. Entrada livre)

Domingo, 13 de Novembro de 2011 (Sociedade / Mobilidade Sem Limites)

17h00: “Silêncio Fado Silêncio”

IV Sessão de Fado para surdos. Tertúlia técnica com a presença de

especialistas convidados.

(Sessão aberta ao público. Entrada livre)

Segunda, 14 de Novembro de 2011 (Despedida)

Encerramento da “IV Semana do Homenageado”

Palestra “Reflexões sobre a Doutrina do Quinto Império”

:: Dia 12 | sábado

Piano bar, 16h00

 Palestra “Reflexões sobre a Doutrina do Quinto Império”

“Reflexões sobre a Doutrina do Quinto Império” pretende apresentar uma nova doutrina espiritista e espiritualista, racional e cintífica de base cristã que na História da Humanidade e pela primeira vez se apresenta como única, sendo completamente diferente de quaisquer correntes ou movimentos filosóficos ou religiosos então surgidos ou existentes estando naturalmente vocacionada para vir a ser um novo movimento idealista fundamentado nos princípios científicos do Evolucionismo e mobilizador de uma nova missão dos Portugueses no mundo”.

Orador: Jacinto Alves 

Margarida Fonseca Santos apresenta O Segredo da Floresta

3 de Novembro – 5ª Feira

21h30 – Auditório

Apresentação dos livros de canções Histórias de Cantar e O Segredo da Floresta de Margarida Fonseca Santos


Margarida Fonseca Santos 

http://margaridafonsecasantos.blogspot.com/

http://www.margaridafs.net/

A história…

Nasceu em Lisboa, a 29 de Novembro de 1960. Tirou o Curso Superior de Piano no Conservatório Nacional, tendo como objectivo ser professora de Formação Musical no ensino vocacional. Deu aulas em várias escolas, nomeadamente na Escola Superior de Música de Lisboa entre 1990 e 2005.

Começou a escrever em 1993 e neste momento dedica-se a tempo inteiro à escrita. Tem vários livros publicados, na sua grande maioria para crianças e jovens, e escreve com regularidade para teatro.

Orienta ateliers de escrita com crianças, adultos e professores (Escrita Criativa, Escrever teatro para Crianças e Jovens, e Escrever para Crianças e Jovens). Publicou, em co-autoria com Elsa Serra, o manual de Escrita Criativa Quero ser escritor!

É membro fundador do Clic – Clube de Literatura, Ilustração e Cª . É responsável pela rubrica histórias em 77 palavras na revista Pais & Filhos, com ilustrações de Francisca Torres.

Foi responsável pela coluna Crescer a ler do Suplemento de Educação do Jornal de Letras, e pelo apontamento “Bicho-de-conta” (contos para crianças) na Antena 1, Programa “À volta dos dias”.

Ganhou vários prémios de onde se destacam Prémio Revelação Ficção APE/IPLB e Prémio Nacional do Conto Manuel da Fonseca (1996).

Paralelamente trabalha treino mental para a performance, bem como o uso pedagógico e terapêutico da metáforahttp://www.dglb.pt/sites/DGLB/Portugues/autores/Paginas/PesquisaAutores1.aspx?AutorId=10131

O Segredo da Floresta

Depois do sucesso alcançado com o primeiro projecto de CantaStórias em 2009, com inúmeros concertos esgotados, chega agora o novo projecto O Segredo da Floresta, que uma vez mais “canta” as histórias para crianças.

O Segredo da Floresta conta o que os animais, todos juntos, descobriram.
“Chega um recado e diz que vão receber uma prenda. Os animais ficam à espera, pensando no que poderá ser. As horas passam e nada acontece. Para se entreterem, começam a contar histórias uns aos outros. Entre risos e gargalhadas, recebem a melhor prenda do mundo, a amizade.”
Margarida Fonseca Santos, autora de livros infantis, voltou a juntar as suas histórias e músicas às orquestrações de Francisco Cardoso, à frente de um grupo de músicos com vasta experiência em comunicar com crianças.

Geniusymeios

Histórias de Cantar

“Este livro é o resultado do meu trabalho com crianças na área da Iniciação Musical. Todas as canções foram escritas/compostas para um grupo de crianças em especial. Depois… depois aconteceu uma coisa espectacular. Surgiu a hipótese de fazer o CD com a Juventude Musical Portuguesa. O Francisco Cardoso tomou conta dos arranjos e das gravações, fazendo um trabalho magnífico. A Carla Nazareth, com a doçura que a caracteriza, transformou-as em ilustrações absolutamente lindas.

O resultado é este livro/CD, que inclui no final um dossier pedagógico acerca do ensino de canções e o relato de várias experiências em que as artes se cruzam, experiências que pretendem apenas servir de inspiração para quem anda nesta cruzada do ensino da música, do teatro, das artes plásticas, da dança…”

Margarida Fonseca Santos

Olhares Cruzados sobre a situação dos estudantes cabo-verdianos no Porto

:: Dia 5  | sábado

Auditório, 17h00 

Olhares Cruzados sobre a situação dos estudantes cabo-verdianos no Porto:

Integração, Associativismo, Desvio Social e Relação com as Autoridades

Daisy Correia da Silva (FEP)

Delila Leite (ERC)Tendo em conta o número considerável de cabo-verdianos que tem procurado o Grande Porto como o seu local de estudos, número esse que tem aumentado de ano para ano, e as eventuais dificuldades que lhe são afectantes, achou-se pertinente convidar a toda comunidade académica crioula a levantar o olhar sobre a situação dos estudantes cabo-verdianos no Porto.

Neste sentido, no âmbito da Tertúlia Crioula Itinerante e da estreia da Tertúlia Crioula Portuense, pretende-se promover um fórum de discussão, no dia 05 deste mês, sobre diversos aspectos ligados aos estudantes cabo-verdianos que vivem no Porto, englobando não só o associativismo, mas também a integração, o desvio social, a relação com as autoridades, entre outros.

Esse fórum, intitulado “Olhares Cruzados sobre a Situação dos Estudantes Cabo-verdianos no Porto: Integração, Associativismo, Desvio Social e relação com as Autoridades”, pretende-se que seja um espaço de debate, reflexão, e crítica intersubjectiva, assentes num dialogo cívico, sobre os reais problemas que, numa circunstância ou outra, nos afectam a todos nós. No fim, pretende-se que estejamos mais conscientes desses mesmos problemas, e que, de alguma forma o fórum contribua para o progresso da situação actual. Aliás, dizia Joseph Joubert, o objectivo da argumentação, ou da discussão, não deve ser a vitória,mas o progresso.

Como pré- abertura do fórum, lançamos as seguintes questões:

(1) Como avalia o nível de integração dos estudantes caboverdianos nos meios académicos e sociais do Porto?
(2) Quais são os maiores entraves a essa integração?
(3) Quais devem ser as competências da associação dos estudantes caboverdianos no Porto?
(4) Achas que as sucessivas direcções associativas dos estudantes caboverdianos têm cumprido cabalmente as suas funções, tendo em conta o limite de meios que têm tido disponíveis?
(5) E os estudantes, têm cumprido o seu papel? Vê-se neles o espírito de associativismo?
(4) Como tornar a associação dos estudantes caboverdianos sustentável, dotando-a de meios que lhe permitam cumprir as suas funções?
(6) Que papel cabe as entidades caboverdianas para melhor a integração, o associativismo, etc, e consequentemente a situação dos seus estudantes no Porto?
(7) Como avalia a política educativa das entidades cabo-verdianas em relação aos estudantes em Portugal, e particularmente no Porto?
(8) Considera que a imagem dos estudantes caboverdianos perante a sociedade portuense piorou ou melhorou nos últimos tempos?

Conversa com Investigadores no âmbito do XII Encontro Nacional de Estudantes de Física

:: Dia 30 | Domingo

Auditório

18h

Conversa com Investigadores no âmbito do XII Encontro Nacional de Estudantes de Física

Prof. João Pedro Araújo (Nanotecnologias)

Galeria

18h

Conversa com Investigadores no âmbito do XII Encontro Nacional de Estudantes de Física

Prof.ª Carla Rosa (Física Médica)

Cave

18h

Conversa com Investigadores no âmbito do XII Encontro Nacional de Estudantes de Física

Prof. Joaquim Moreira (Electromagnetismo)

Livraria

18h

Conversa com Investigadores no âmbito do XII Encontro Nacional de Estudantes de Física

Prof. Paulo Gali

ENCONTRO COM O POETA BRASILEIRO, GOULART GOMES, INVENTOR DO ” POETRIX”

29 de Outubro – Sábado

15h – Piano bar

ENCONTRO COM O POETA BRASILEIRO, GOULART GOMES, INVENTOR DO ” POETRIX”

Do programa, que se pretende simples e despretensioso, consta uma abordagem ao Poetrix e à sua expansão a nível mundial, por parte do nosso ilustre visitante Goulart Gomes, com quem iremos manter uma informal conversa, e leitura de Poetrix e outros géneros de poesia, entre os participantes.
A sessão é promovida e será coordenada pelos poetas Anthero Monteiro (o primeiro autor desta modalidade poética a editar um livro de Poetrix na Europa) e Eduardo Roseira, também poetrixta e diretor do Boletim de Poesia “LAVRA”.
Estarão ainda presentes outros poetrixtas nacionais.

Quem é GOULART GOMES? O que é POETRIX?
Leia in:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Goulart_Gomes

HOMEPAGES:

www.goulartgomes.com
e www.movimentopoetrix.com

I Encontro Literário da Associação Florbela Espanca

:: Dia 29 | Sábado

Auditório

17h

I Encontro Literário da Associação Florbela Espanca

Neste I Encontro do Clube de Leitura da Associação Florbela Espanca, propõe-se uma leitura crítica e uma reflexão sobre uma obra notável da literatura portuguesa.

Aparição, de Vergílio Ferreira, obra maior do existencialismo português, propõe uma introspecção sobre a essência do Homem e o absurdo da morte. A angústia de se saber grande e simultaneamente finito é o problema que leva Alberto Soares a procurar soluções  ” … só há um problema para a vida, que é de saber, saber a minha condição… ter a evidência ácida do milagre que sou, de como infinitamente é necessário que eu esteja vivo, e ver depois, em fulgor, que tenho de morrer…”.

O encontro contará com a presença de Rogério Silva, professor de língua e literatura portuguesa na cidade do Porto.


Conferência “A visão científica do Universo no início do século XXI”

 Dia 8 | Quarta-feira
Piano bar, 18h00

Orador: Prof. Orfeu Bertolami (autor da obra “O Livro das Escolhas Cósmicas”, publicado na Colecção Ciência Aberta da Editora Gradiva)

Nesta palestra serão discutidas as descobertas mais marcantes sobre a estrutura em larga escala do Universo e os seus constituintes, assim como a subtil relação com a física microscópica.