Café Filosófico

25 de Março de 2012  – Domingo

17h

Este Domingo (25 de março) teremos a última oportunidade de fazer filosofia no espaço que acolheu pela primeira vez o Café Filosófico, o Clube Literário do Porto. O Clube vai encerrar em finais de março e, com muita pena nossa, teremos de encontrar outro espaço que acolha estes nossos encontros filosóficos mensais.

Na sessão deste domingo teremos o prazer de contar com três amigos nossos do projecto Enteléquia – Filosofia Prática que moderarão o Diálogo Filosófico.

Espero vê-los lá a todos para uma despedida deste espaço tão especial. Nós continuamos a nossa actividade aqui:http://clubefilosoficodoporto.wordpress.com/ 

Para receber divulgação das sessões do Clube Filosófico do Porto inscreva-se na nossa mailing list: clubefilosoficodoporto@gmail.com

Enteléquia – Filosofia Prática® é um projecto educacional iniciado em 2007 por Cecília Reis Maia, Laurinda Silva e Nuno Paulos Tavares, companheiros de curso de licenciatura na Faculdade de Filosofia de Braga da Universidade Católica Portuguesa unidos pela intuição fundamental de que uma Filosofia encerrada na Escola ou na Academia é uma Filosofia morta, não actuante na vida das pessoas e organizações.
Tendo Sócrates por inspiração metodológica e atitudinal, perseguimos a abertura da Filosofia à sociedade e a sua devolução aos cidadãos.

Centésimo CAFÉ FILOSÓFICO

Em Novembro de 2008 iniciámos no Clube Literário do Porto estes encontros regulares de Diálogo Filosófico, sempre aos últimos domingos de cada mês, o Café Filosófico.

Entretanto o Café Filosófico viajou para outros locais (museus, bibliotecas escolas, estabelecimentos prisionais, palácios, etc.), mas sempre animados pela sua vontade fundadora em discutir ideias, descobrir problemas filosóficos, cultivar a dúvida e o espírito crítico e ouvir o que os outros têm a dizer sobre os problemas mais fundamentais da humanidade: “Para quê pensar?”; “O que é a Beleza?”; “A verdade existe?”; “Somos Livres?”; etc).

Um Café Filosófico é, na verdade, uma forma de recriarmos nos dias de hoje o espírito de curiosidade, aventura e confronto de ideias que conhecemos dos diálogos platónicos entre Sócrates os seus amigos na ágora ateniense há 2500 ano atrás.

No próximo domingo, dia 27 de Novembro às 17h00, o Café Filosófico assinala o seu terceiro aniversário, curiosamente na sua 100º sessão e, afortunadamente, no preciso local onde nasceu: o Piano-Bar do Clube Literário do Porto.
Será servido um Porto de Honra gentilmente oferecido pela Porto Ramos Pinto.

:: Dia 27 | Domingo

Piano-bar

17h00

Café Filosófico Solidário(*)

Este slideshow necessita de JavaScript.

:: Dia 27 | Domingo
Piano bar, 17h00

Orientador: Tomás Magalhães Carneiro

Apoio: Instituto de Filosofia da U. Porto

http://filosofiacritica.wordpress.com/

(*) Ao longo de 2011, cada sessão do Café Filosófico vai reverter para uma instituição de Solidariedade Social diferente. A sessão de Fevereiro reverterá para a Casa Jovem do Centro Social Paroquial de Nossa Senhora da Vitória.
A Casa Jovem acolhe 67 Crianças/Jovens com idades compreendidas entre os 6 e 15 anos distribuídas por dois grupos:
CATL c/ Funcionamento Clássico para 40 crianças-jovens do 2º, 3º ciclo  básico e ensino secundário;
CATL para Extensão de Horário e Interrupções Lectivas  para 27 crianças do 1º ciclo do ensino básico. (Para a qual não há nenhum apoio da Segurança Social!)
O Centro Social Paroquial de Nossa Senhora da Vitória, presidido pelo Sr. Pe. Jardim Moreira, fica localizada no seio do  Centro Histórico do Porto.

Atelier de Filosofia com Crianças e Pais

:: Dia 8, Sábado
Galeria do piso 2, 14h30 – 15h30 /  16h00 – 17h00

1ª sessão (5-9 anos) é das 14h30 às 15h30
2ª sessão (10 – 14 anos) das 16h00 às 17h00

Inscrições: revistaumcafe@gmail.com
10€ adulto (crianças gratuito)

Veja a reportagem da LocalVisão TV sobre o último atelier de filosofia  para crianças:

http://videos.sapo.pt/zN7pgVrFOzbZCPdEKYZ9

Café Filosófico debate performance “Ascensor: O homem que vivia num elevador”

“O homem no elevador”

Será o que nos espera?
Qual o valor dos sentidos sobre a vontade?
O que é que ele quer com isto?
Por que é que vive no elevador?

Este slideshow necessita de JavaScript.

Eis algumas das questões levantadas no “Café Filosófico”, desta tarde. Uma tertúlia mensal organizada pela revista “Um Café” e moderada por Tomás Magalhães Carneiro cujo tema de hoje foi precisamente a performance “Ascensor: o homem que vivia num elevador”, protagonizada por xassbit e que, ao longo desta semana, surpreendeu quem veio ao Clube Literário do Porto e usou o elevador.

Sobre esta performance o próprio autor escreveu:
“A escolha da Casa define o Indivíduo.
O Indivíduo define a Casa onde vive.

‘Ascensor – o homem que vivia num elevador’ insere-se num ciclo de performances criadas a pensar na relação próxima e efémera com grupos reduzidos de audiência, pretendendo-se no fundo uma espécie de escultura viva. O encontro imediato do(s) performer(s) com o público num espaço reduzido e o cruzamento da vida de um utente de um espaço público (neste caso, o Clube Literário do Porto) com a vida de outra pessoa (neste caso, o homem do elevador) tem em vista um acontecimento marcante e de certo desconforto por parte de quem observa.

As questões levantadas foram muitas e a discussão foi animada.