Morreu João Paulo Seara Cardoso – fundador e director do Teatro de Marionetas do Porto

Nascido no Porto, João Paulo Seara Cardoso, foi fundador e presidente da assembleia geral do Festival Internacional de Marionetas do Porto, fundador e director do Teatro de Marionetas do Porto, membro fundador da PLATEIA, tendo sido presidente da mesa da assembleia geral de 2004 a 2006. João Paulo inovou durante todo o seu percurso profissional. Teve como principais mestres Marcel Violette, Lopez Barrantes, Jim Henson e João Coimbra. Dedicou-se à pesquisa e reconstituição do Teatro Dom Roberto, fantoches populares portugueses, e recebeu de Mestre António Dias a herança desta tradição secular. Efectuou, nos últimos vinte anos, cerca de mil e quinhentas representações do Teatro Dom Roberto. Alterou a criação televisiva para crianças e impôs novos padrões de qualidade e criatividade com séries como «A Árvore dos Patafúrdios» e «Os Amigos do Gaspar», co-criada com Sérgio Godinho, Jorge Constante Pereira e Alberto Péssimo. No domínio da literatura infantil tem nove livros publicados, a maioria dos quais peças de teatro. A sua primeira obra “Dás-me um tesouro?” foi premiada pela Associação Portuguesa de Escritores. Fundou e dirigiu o Teatro de Marionetas do Porto, a mais emblemática companhia de marionetas do País, reconhecida internacionalmente pela sua qualidade e capacidade de inovação, quebrando todos os estereótipos. Na memória de todos estão espectáculos como «Miséria», em 1991, e «Vai no Batalha», uma revista à portuguesa com marionetas, crítica mordaz ao cavaquismo e à mentalidade portuguesa vigente no início dos anos 90, que ficou em cena cerca de um ano com lotações esgotadas. Criou espectáculos para adultos, para crianças e para todas as gerações, encenando autores como Aquilino Ribeiro, Samuel Becket, William Shakespeare, António José da Silva, Lewis Carrol, A. Milne, Almada Negreiros, Heiner Muller, Marguerite Duras, Alfred Jarry e Luísa Costa Gomes. Inovou na noção de interpretação no teatro de marionetas através da exploração de novas relações entre manipuladores e marionetas. As suas criações foram apresentadas em países como a Holanda, Espanha, Inglaterra, Irlanda, Itália, Bélgica, Canadá, França, Suiça, Cabo Verde, Áustria, China, Brasil, Polónia, Republica Checa, Israel e Marrocos. Teve também experiência na dança, juntamente com a coreógrafa Isabel Barros, na encenação de teatro sem marionetas, com a companhia Visões Úteis, e na direcção de ópera, com a Casa da Música e a Orquestra Nacional do Porto. Foi ainda professor da cadeira de Interpretação Teatral no Balleteatro Escola Profissional.

«São as paixões a matéria incandescente do teatro. A marioneta é um corpo inerte, altamente inflamável. O actor confia-lhe a chama da vida. De uma forma intermitente. Assim, ela permanece num limbo entre a vida e a morte. “A vida não pode ser exprimida em arte senão pela falta de vida ou pelo recurso à morte” (Kantor).» João Paulo Seara Cardoso, in “A Falta de Vida”, escritos.

http://www.marionetasdoporto.pt — PLATEIA – Associação de Profissionais das Artes Cénicas http://www.plateia-apac.blogspot.com

Anúncios

Teatro Apalavrado 3

Ensaio aberto da peça de teatro Apalavrado 3

Sexta-feira, dia 24
Auditório, 22h00

Apalavrado é um projecto teatral experimental da autoria de Renata Portas, em volta das possibilidades cénicas do conto.
O projecto, que teve o seu início em Setembro do ano passado, conciliou textos de clássicos, e contemporâneos, estreando inéditos absolutos.
No último apalavrado, que estreamos em Setembro os autores a apresentar são: Pedro Eiras, dramaturgo e Luís Maffei, poeta brasileiro que se estreia na dramaturgia.

Página Web: http://www.projectoapalavrado.wordpress.com (a ser actualizada)
Org.: Renata Portas

Oficina – Espectáculo da “Princesa que bocejava a toda a hora” para crianças a partir dos 4 anos com Saphir Cristal e Mafalda Cancela

Domingo, dia 25    /    Auditório, 16h30

Não percas esta divertida história contada e teatralizada pela contadora Saphir Cristal e a bailarina Mafalda Cancela. Saphir Cristal recria a história de uma princesa que nada fazia senão bocejar, num cenário que parece ser feito de papel. Uma história contada através de janelinhas e portinhas. Neste lugar vais encontrar duas princesas de papel a brincar no mundo feito de pano e objectos, entre os bocejos de uma menina, um pai preocupado, e um jovem criado atrapalhado. Este fará as princesas sorrir, sorrir, até uma das princesas adormecer e outra princesa ficar a dançar a dormir. Serão todos convidados a participar nesta viagem ao castelo amarelo e assistir à amizade destas duas princesas. Ponham a vossa coroa!,e, ou um vestido bonito, tragam uma espada de cartão, e venham provar a nossa especialidade de Gafanhoto frito!

No final do teatro as crianças aprendem uma dança tradicional do reino da princesa que bocejava a toda a hora e fazem colagens numa coroa de cartão, com os mais divertidos materiais.

Preço: 6 Euros por criança, 2 Euros por cada pai acompanhante.

Informações e inscrições: saphircristal@gmail.com; 916755918

Data limite de inscrição: 20 de Julho.

Visite o blogue: http://traposcomhistorias.blogspot.com/

Workshop de Teatro “Sherlock Holmes do Clube Literário”

Sábado, dia 27

Auditório, 15h00 – 18h00

O projecto http://worldtheatre.blogspot.com pretende

proporcionar o contacto com as técnicas de teatro nas suas

diversas variantes. O workshop é realizado segundo o mote de

Peter Brook, “O teatro é a vida, uma vida mais legível, mais

intensa, mais concentrada”, fazendo a ligação constante entre

o teatro e a vida.

Programa: Peter Brook * Introdução ao teatro * Jogos de

apresentação * Aquecimento e relaxamento * Confiança *

Concentração * Dinâmica de grupo * Improvisação * As

emoções * Exercício final

Entrada livre, sujeita a inscrição para o email:

clubeliterario@fla.pt

 

O workshop de Teatro foi muito participado e percorreu os cinco pisos do Clube

 

Depois do piano bar e da livraria, os participantes partiram à descoberta dos recantos do CLP

 

Ao longo da tarde, os participantes interagiram com as exposições presentes no Clube